terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Hey pepow, vcs sabem qual a diferença entre o Charme e o funk?! 

Diz a música que um anda bonito e o outro elegante.
Se procede, não sei, mas é assim que dizem que é. 
Agora vcs sabem qual a diferença entre o sexismo e o feminismo?



Pois bem, as vezes, quando rola uma discussão na rede sobre questões de gênero e afins, surge uns seres que dizem q o feminismo nada mais é do que o machismo ao contrário, que são as mulheres querendo dominar o mundo, tomar o poder, matar os homy TUDO, e esfregar a tchebs na cara da sociedade!
Pois bem, na verdade isso se chama sexismo, o sexismo sim, prega a idéia de superioridade e privilégio a determinado gênero ou orientação sexual em detrimento do gênero oposto. 
"De maneira geral, o termo é usado como exclusão ou rebaixamento do gênero feminino. Trata de uma posição, que pode ser praticada tanto por homens quanto por mulheres; portanto, o sexismo está presente intragêneros tanto quanto entre gêneros. De acordo com Karin Ellen von Smigay, culturas falocráticas possuem: "um vasto conjunto de representações socialmente partilhadas, de opiniões e de tendência a práticas que desprezam, desqualificam, desautorizam e violentam as mulheres, tomadas como seres de menor prestígio social". 1 Assim, de acordo com esta autora, o sexismo acaba "legitimando a violência contra mulheres e todos aqueles que, em determinadas circunstâncias, são reconhecidos como tendo uma posição feminilizada. Mantido por um pensamento essencialista, atribui qualidades e defeitos que seriam inerentes e específicos de cada sexo".2 De acordo com esta análise, sexismo e homofobia estão estreitamente relacionados."*


O feminismo tem um caráter diferente, ele visa a equiparação de direitos. Busca a liberdade dos padrões opressores baseados em normas de gênero, e, patriarcado. É um movimento social, político e filosófico que luta pela igualdade social. Esse movimento foi responsável pela criação de leis trabalhistas dirigidas especificamente às mulheres, lutou para garantir o nosso direito ao voto, licença-maternidade, métodos contraceptivos, e, ainda luta por salários iguais para ambos os sexos que desempenhem a mesma função. Além de lutar contra violência doméstica, estupro, assédio sexual...enfim garantir a integridade do nosso corpo, nossa liberdade sexual. 



Ambos tem caráter diferente, e não tem nada a ver um com o outro, um prega a superioridade de gênero, independentemente de masculino ou feminino. O outro luta pela garantia de igualdade social, política, filosófica, sexual, trabalhista, e, humana! 




*wikipédia
Reações:

2 comentários:

Isabelle Nascimento disse...

Mds eu adorei o modo com vc usou sua linguagem kkkkkkkkkk

Isabelle Nascimento disse...

Sem essa de mt formalidade e foi direto ao pinto kkk