sábado, 8 de outubro de 2011


Todos sabemos que não basta o sekço, tem que ter o clima. Então o VulvAjuda de hoje vai te acompanhar na eterna dúvida: que música tocar pra criar aquele clima? Uma escolha errada pode estragar o momento? Sim querides amigues, conforme vocês irão acompanhar, você pode acabar programando uma fodinha romantica e acabar ouvindo “mama eu”.



O importante é saber com quem você vai queimar calorias através de atividade sexual intensa. Esse fator é importante por dois motivos: 1. é sempre bom saber com quem você vai trepar, a não ser que você esteja num dark room e a graça seja ser penetrado por um pênis sem rosto; 2. você sabendo quem será a pessoa, dá pra prever um pouco do gosto musical do ser em questão. Se já for alguém com quem você tem certo contato, provavelmente sabe o que toca naqueles ouvidos. Mas se for do tipo “só vi uma vez na vida mas sempre amei”, você precisará de cuidados. E pra isso certas técnicas são úteis:


1. Repare na roupa: a roupa costuma dizer muito sobre o gosto musical. Exemplo: calça larga, blusa de time de basquete americano, boné listrado e cordão com $ no pescoço >> HIP HOP. Ou pra não cair no clichê: calça skinny, blusa básica gola V, tênis conga cabeção moderno: pode curtir bandas zuuper cults do tipo The Subways e afins, ou My Chemmical Romance, ou Lady Gaga e ATENÇÃO se for homem e você for mulher, é bom ficar atenta a outros fatores para não comprar lebre por gato. Se for homem e você também, parabéns. Se for roqueiro é hiper fácil porque essa gente adora uma blusa de banda e já ajuda na escolha.

PS: Se for do tipo que só usa roupa do tipo aquilo&nadaéamesmacoisa então melhor se jogar nos clássicos, ou no CD de Good Times da sua mãe.


2. Repare no cabelo: sim querides, o cabelo reflete o que aquele ser ouve. Cabelo comprido e desgrenhado: heavy metal. Cabelo comprido e arrumado: rock alternativo. Cabelo comprido/escovado/pranchado/com 3 tons de loiro: Cher/Madonna/Beyonce/Shakira.

Cortes modernos indicam preferência por sons cults. Cortes vintage geralmente indicam aquela pessoa que snte saudade do que nunca viveu, então aposte em algo com som de vinil que tá ótemo.



     3. Por último: qual o tipo de bate-estaca você tá querendo? Não vale querer sexo selvagem e tocar João Gilberto. Ou querer algo super fofo e romântico e jogar um Black Sabath. Se você quiser algo diferente, exótico, criativo, aposte na música eletrônica porque ouvindo aquilo cada um dança de um jeito diferente e provavelmente vai ajudar muito no ritmo no entra-e-sai. Pra uma coisa bem picante e transgressora recomendamos o bom funk carioca, de preferência o proibidão com todas as palavras ditas vulgares que vão fazer vocês se sentirem mais PAFRENTEX do que já são. Ou não.



CUIDADO: não coloque o som muito alto, a não ser que queira abafar os gemidos escandalosos. Se for muito tarde pode acabar sendo interrompida pela polícia, porque vizinho é uma raça que nasceu pra roubar, matar e destruir. E se for de dia você pode acabar tendo sua casa invadida por convidados achando que tá rolando uma festinha. De qualquer forma, é bom não colocar muito alto porque se a sua casa for vítima de um incêndio criminoso você terá tempo ao menos de colocar uma roupa antes de pular da janela, e assim aparecer digna na capa do jornal.
Reações:

3 comentários:

Nyh! Marinho. disse...

Adoro portishead na hora H, é muito sequiçual, tem uma musica do The Magic Numbers muito boa tbm...
ADOREI! rs

Bafonique disse...

este blog é perigoso
hahahahaha
adorei

Jeff Rützen disse...

Ameeei as dicas, sempre escuto Britney com o meu namorado kkkkkk ele é fã e fica tudo óootemo, e concordo com oq vc disse sobre os vizinhos uashasuas